ESTUDO E REFLEXÃO, APROFUNDAMENTO DO EVANGELHO DE JOÃO

PARÓQUIA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

ÁGUAS, BELA VISTA, CARIRU, CASTELO, VILA IPANEMA - IPATINGA / MG.

O Padroeiro: Sagrado Coração de Jesus

 

 

 

 

JESUS É A LUZ DO MUNDO – João 8, 12-20

"Falou Jesus aos fariseus: “Eu sou a luz do mundo; aquele que me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida”.* 13. A isso, os fariseus lhe disseram: “Tu dás testemunho de ti mesmo; teu testemunho não é digno de fé”. 14. Respondeu-lhes Jesus: “Embora eu dê testemunho de mim mesmo, o meu testemunho é digno de fé, porque sei de onde vim e para onde vou; mas vós não sabeis de onde venho nem para onde vou. 15. Vós julgais segundo a aparência; eu não julgo ninguém. * 16. E, se julgo, o meu julgamento é conforme a verdade, porque não estou sozinho, mas comigo está o Pai que me enviou. 17. Ora, na vossa Lei está escrito: O testemunho de duas pessoas é digno de fé (Dt 19,15). 18. Eu dou testemunho de mim mesmo; e meu Pai, que me enviou, o dá também”. 19. Perguntaram-lhe: “Onde está teu Pai? ”. Respondeu Jesus: “Não conhe­ceis nem a mim nem a meu Pai; se me conhecêsseis, certamente conheceríeis também a meu Pai”. 20. Essas palavras proferiu Jesus ensinando no templo, junto aos cofres de esmola. Mas ninguém o prendeu, porque ainda não era chegada a sua hora."

“...  Jesus respondeu aos fariseus: o meu testemunho é válido porque sei de onde venho e para onde vou.”

1.  O que significa “Jesus é a luz do mundo”? Vamos nos ver neste diálogo entre Jesus e os fariseus que não aceitaram o testemunho de Jesus. Imaginar: Jesus – os fariseus – Deus – Pai.

2. O que o texto nos quer ensinar: Jesus é a Luz e os Fariseus são as trevas João, 7,12-20.

· Há um encontro e um confronto entre Jesus e os fariseus. Eles querem obscurecer as mentes do povo simples e querem se impor. São as trevas que querem se impor na população como os santos, mas que exploram os humildes especialmente nas sinagogas. Jesus é a verdade, a vida, a paz, a partilha. Os fariseus detestam a Verdade, pois enganam e desejam manter o povo na escuridão. O agir correto de Jesus provoca ódio dos que queriam sugar o sangue do povo. A sociedade vê em Jesus um perigo que ameaçava as trevas e a exploração que os fariseus faziam contra o povo.

· A Jesus não interessa o sucesso pessoal, mas a libertação do povo. Não defendia doutrinas encantadoras como as dos círculos religiosos que manipulavam o povo; Ele se apresenta como a LUZ do mundo. Jesus busca realizar a vontade do Pai. Os fariseus veem, mas não querem aceitar que Jesus seja a presença de Deus. São cegos e não querem ser curados - João 9.

· Jesus mostra o verdadeiro critério para reconhecer o Messias: não é o lugar de sua origem, mas o fato de Ele ser o Enviado, cuja atividade seja reconhecida pelas obras que faz.

· Jesus é a LUZ: Nada às escondidas; preferência pelos oprimidos, cura os cegos,

· Os Fariseus se diziam conhecedores da Lei e dos Profetas, mas oprimiam os mais pobres, querendo cobri-los com as suas trevas. A pessoa de Jesus incomodava e muito aos que enganavam o povo.

· O que o texto me diz? Meditação

· De que lado eu estou? Sou da Luz ou das trevas? Sou da verdade, da justiça e da caridade? Ou sou da mentira, tentando me esconder nas trevas da falsidade? Sou insensível às injustiças praticadas em meu ambiente? Sou da misericórdia, da caridade ou nem ligo pela dor do meu próximo?

· Sou corajoso para professar a minha fé comprometida, em qualquer ambiente ou situação, com o Evangelho e com os valores fundamentais da ética? Ou eu sou um covarde, que concorda com as mentiras. Na frente das pessoas eu concordo... longe delas eu discordo?

· Jesus era, é e será a Luz: honestidade, compromisso com a verdade, com a justiça e com a misericórdia. E eu... sou compromissado e corajoso como Jesus?

· Acredito na força da Luz da Verdade para vencer as trevas da falsidade e da exploração contra os mais fracos?

· Há gente que se diz cristã: mas mente, vai ao Espiritismo, nega sua fé por conveniência.

· Prefiro me afastar da comunidade quando encontro alguma discordância?

· Citar 3 tipos de comportamento que me levam a ser LUZ.

 

4)  Fazer uma oração diante de Jesus, Luz do Mundo e diante da sociedade que são trevas.

· Fazer uma Ladainha pedindo a ajuda do Espírito Santo para sermos Luz e não trevas.

5) O que fazer para ser Luz?

· O cristão, desde o seu Batismo, é chamado a ser luz de amor e a combater as trevas.

· Missão: a nossa missão é ser Luz de paz, de misericórdia, de viver as Bem-Aventuranças, Mateus 5, 1-12.

· Ser luz é criar neste mundo o Reino de Deus, baseado na fraternidade, na partilha, na paz e na harmonia entre as pessoas.

· Ser luz é iluminar a família, levando-lhe a Palavra de Vida com a fé esclarecida, com esperança na Vida eterna, na caridade.

· Ser luz é desfazer as trevas da injustiça, da covardia, da fofoca, da maledicência, da difamação das pessoas.

· Ser luz é ser um Anjo de Deus para as pessoas, tratando-as como irmão e irmãs.

· Ser luz é não se corromper, não enganar, não perseguir a ninguém. Os covardes são a mesma cegueira e trevas de pecado.

· Ser luz é participar da Política, administrando o bem comum a serviço da coletividade.

· Ser luz é fomentar na Sociedade o sentido comunitário de participação, de colaboração para o bem de todos – João 6, 1-15.

· Ser luz e ter a coragem de andar na contramão de tudo o que queira destruir o bem comum.

· Ser luz é ajudar as pessoas que estão para fazer aborto, ajudando-as a proteger a criança que quer viver.

· Ser luz é defender a vida, o nascituro; proteger a mulher e os idosos.

· Ser luz é ajudar as pessoas mais humildes a estudarem, se formarem e se tornarem cidadãos e cidadãs honestos e competentes.

· Ser luz é viver a caridade e o carinho para com os mais pobres: Mateus 25, 31-46.

Novembro 2019 - Padre Geraldo Ildeo Franco