A PARÓQUIA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS – PSCJ - EM 2016

PARÓQUIA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

ÁGUAS, BELA VISTA, CARIRU, CASTELO, VILA IPANEMA - IPATINGA / MG.

O Padroeiro: Sagrado Coração de Jesus

 

 

 

 

A Paróquia Sagrado Coração de Jesus – PSCJ – criada em 25/06/1965, está comemorando seu jubileu de ouro. São cinqüenta anos de incessantes atividades pastorais, litúrgicas, missionárias, catequéticas e sociais, em vista da construção do Reino de Deus. Inúmeras pessoas dedicaram seu tempo, se doaram, se sacrificaram para termos hoje uma Paróquia viva, participativa, bem organizada, com objetivos claros de evangelização e da construção da justiça e da paz.

A PSCJ compõe-se de cinco comunidades: Águas, Bela Vista, Cariru, Castelo e Vila Ipanema.

Nossos propósitos missionários para o ano de 2016 estão iluminados pelos ensinamentos oferecidos pela Igreja, encontrados especialmente na Encíclica Laudato Si, da Exortação Apostólica Evangelii Gaudium e da Bula Misericordiae Vultus, do Papa Francisco.

Este é o tempo propício para “cuidarmos de nossa casa comum”, o meio ambiente; evangelizar a todo o custo dentro e fora da Igreja; viver e anunciar a Misericórdia; abrir as portas do nosso coração para que Jesus possa habitar em cada um de nós. É o ano jubilar extraordinário da Misericórdia, proclamado pelo Papa Francisco e que se encerra na festa de Cristo Rei no dia 20 de novembro próximo.

 Não somos uma Igreja isolada. Fazemos parte da Diocese de Itabira Coronel Fabriciano. Por isso, planejamos e executamos as atividades pastorais em sintonia com o Plano da Ação Evangelizadora e Pastoral elaborado para os trabalhos pastorais até o ano de 2019.

Propomo-nos ser uma Igreja:

- Em estado permanente de missão.

- Casa da iniciação à vida cristã.

- Lugar de animação bíblica da vida e da pastoral.

- Comunidade de comunidades.

-A serviço da vida para todos.

- Priorizando a Família e a Ação Missionária.

- Assumindo a Pastoral da Juventude, as Ações sociais e o Zelo pela preservação do Meio Ambiente.

Não nos cansaremos de convidar CADA fiel desta PSCJ a se engajar nos trabalhos pastorais e sociais, a fazer parte dos que evangelizam, catequizam, dando VEZ e VOZ a todas as famílias, para que sejamos mesmo uma Igreja missionária, anunciando Jesus, ressuscitando para uma vida de paz, amor, misericórdia e de fraternidade.

Queremos ainda ser uma Igreja que assuma as orientações do Concílio Vaticano II, vivendo os ideais da Constituição Pastoral Gaudium et Spes, número 1: “As alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos homens de hoje, sobretudo dos pobres e de todos aqueles que sofrem, são também as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo; e não há realidade alguma verdadeiramente humana que não encontre eco em seu coração”.

Queremos ser uma Igreja missionária, não acomodada, dentro da realidade do tempo atual. Queremos estar em sintonia com o espírito missionário incentivado pelo Papa Francisco na Exortação Apostólica EVANGELII GAUDIUM, A Alegria do Evangelho, do dia 24/11/2013.

 O Papa Francisco afirma nessa Exortação: “Prefiro uma Igreja acidentada, ferida e enlameada por ter saído pelas estradas, a uma Igreja enferma pelo fechamento e a comodidade de se agarrar às próprias seguranças. Não quero uma Igreja preocupada com ser o centro, e que acaba presa num emaranhado de obsessões e procedimentos”. Em vista deste apelo papal: Vamos evangelizar!

A Campanha da Fraternidade 2016 lembra-nos Amós 5,24: “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”.  Como habitantes desta Terra, somos chamados a zelar pelos bens da natureza, cuidar do meio ambiente, proteger a “Casa Comum, nossa responsabilidade”

As coordenações da PSCJ estão empenhadas em trabalhar em todos os sentidos, conscientizando os fieis sobre nossa responsabilidade pastoral, social e sanitária.

Vamos “gritar” profeticamente, denunciando os que não respeitam a comunidade, provocando poluição, degradando o meio ambiente, descartando o lixo desordenadamente, incrementando doenças como a dengue.

Esperamos que o ano de 2016 se transforme em um novo Pentecostes, quando todos nós paroquianos acolhendo os Dons do Divino Espírito Santo e possamos produzir frutos de paz, caridade, alegria, paciência, mansidão, fidelidade, modéstia e devoção à Virgem Maria.

Que o Sagrado Coração de Jesus, neste tempo de egoísmo, indiferentismo mundial, de terrorismo, de guerra e de individualismo toque os nossos corações, abra nossas mentes e desperte em todos os valores do Evangelho especialmente o a alegria de evangelizar e a vivência da misericórdia, o zelo pelo meio ambiente e a misericórdia.

 

Pe. Gildeo – 31 de janeiro/2016, dia de Dom Bosco