Solenidade da Anunciação do Senhor à Nossa Senhora

PARÓQUIA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

ÁGUAS, BELA VISTA, CARIRU, CASTELO, VILA IPANEMA - IPATINGA / MG.

O Padroeiro: Sagrado Coração de Jesus

 

 

 

 

 A Anunciação no Evangelho de São Lucas (Lucas 1:26-38):

A festa da Anunciação do Arcanjo Gabriel à Virgem Maria é comemorada desde o Século V, no Oriente e a partir do Século VI, no Ocidente, nove meses antes do Natal. Por este acontecimento, que fez de Maria o primeiro sacrário da Eucaristia, Ela recebeu dos cristãos o título de Nossa Senhora da Anunciação.

A visita do Anjo à Virgem Maria, sinaliza o início do cumprimento do Velho Testamento com a abertura do caminho para o Reino de Deus à luz a Boa Nova, para toda a Humanidade. São Gabriel Arcanjo proferiu a oração que está sempre na boca e no coração de todos os fiéis: a          Ave      Maria.

Maria era uma jovem adolescente, simples e virgem, prometida ao já idoso José, um carpinteiro descendente direto da casa de Davi. Ficou perturbada ao receber do Arcanjo o aviso que era a escolhida para conceber o Filho de Deus, o qual devia ser chamado Jesus, pois era o enviado para salvar a Humanidade, e cujo Reino era eterno. Assim, o Pai Criador dependeu do consentimento de uma frágil criatura humana para realizar o Mistério para a nossa Redenção.
A Virgem Maria aceitou sua parte na missão, demonstrando toda confiança no Senhor Deus e se fez Instrumento Divino nos acontecimentos proféticos
. Mas teve de perguntar como seria possível, se não conhecia homem algum. Gabriel lhe explicou o Espírito Santo a fecundaria, pela graça do Criador. Então respondeu com a mesma simplicidade de sua vida e fé: "Sou a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a     Sua      vontade".

Com esta resposta, pelo seu consentimento, Maria aceitou a dignidade e a honra da maternidade divina, mas ao mesmo tempo também os sofrimentos, os sacrifícios que a ela estavam ligados. Por este motivo dos devotos de Nossa Senhora da Anunciação pedem sua proteção e intercessão junto a Deus, nas suas aflições. Por sua disposição Maria se tornou a mais perfeita das criaturas humanas, a fonte dos maiores méritos e das melhores graças. Porque a Mãe de Deus, que acolheu a divindade em si mesma, contém em si toda a eternidade e, esta, toda a           plenitude dos  tempos.

A data de hoje marca e festeja um dos mistérios mais sublimes e importantes para a Humanidade, citado em várias passagens importantes do Novo Testamento. Maria foi poderosamente levada à comunhão com o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Motivo mais que suficiente para ser invocada como Nossa Senhora da Anunciação. 

Origem da Festa

A festa da Anunciação era observada já muito cedo pelos calendários cristãos, é antiquíssima e foi sempre considerada das maiores. No tempo de Santo Agostinho, como ele próprio declara, já estava fixada no dia 25 de Março. O décimo concílio de Toledo (656) chama à solenidade deste dia "a Festa por excelência da Mãe de Deus, a grande Festa da Virgem".

Porque esta alegre solenidade coincidia com o tempo da Paixão, a igreja de Toledo fixou-a em 18 de Dezembro e a de Milão no domingo anterior ao Natal. Mas como a igreja Romana a restituísse no século IX ao seu próprio dia, foi pelas outras imitada. E, por ser celebrada em Março, há quem atribua a Nossa Senhora da Anunciação o título de Nossa Senhora de Março.

O toque das Ave-Marias

A devoção a Nossa Senhora da Anunciação levou muitas ordens religiosas a honrarem-se com o distintivo da Anunciação de Maria e o mesmo espírito de devoção levou o Papa Urbano II a ordenar em 1095, que por três vezes ao dia, pela manhã, ao meio dia e à noite, se tocassem os sinos para lembrar aos fieis a reza das "Ave-Marias" - recitação do Angelus. Ainda hoje o toque das A.M. se faz em muitos lugares.

Outrora, ao som das Ave-Marias, todos se ajoelhavam para rezar o "Anjo do Senhor" (Angelus em latim - relembra aos católicos o momento da Anunciação feita pelo anjo Gabriel à Maria e da concepção de Jesus Cristo livre do pecado original).  
São Carlos Borromeu não se acanhava de descer da carruagem para recitá-lo de joelhos na rua, muitas vezes na lama. A forma atual do “Anjo do Senhor” valia por uma profissão de fé. Quem não o rezasse ao toque das Ave-Marias ficava suspeito de ser protestante ou herege.  

Já Sto.Antonio pregava a devoção das "Três Ave-Marias", mas ela tomou maior incremento quando a própria Virgem a aconselhou Sta. Matilde (1241-1297), para obter a graça de uma boa morte. S. Leonardo, grande pregador missionário e Santo Afonso Maria de Ligório foram apóstolos ardorosos desta devoção, que também o Santo Cura d'Ars propagou para restaurar a vida cristã da sua freguesia.

A Anunciação de Maria é um dos temas mais abordados na pintura do Renascimento e tomou impulso após as visões de Santa Brígida, no século XIV, quando, segundo a tradição, Nossa Senhora lhe apareceu e narrou-lhe as principais cenas do nascimento de Cristo. 

Angelus

V. O Anjo do Senhor anunciou a Maria.

R. E Ela concebeu do Espírito Santo.

 Ave Maria... 

V. Eis aqui a serva do Senhor.

R. Faça-se em mim segundo a vossa palavra.

 Ave Maria…

V. E o Verbo se fez carne ou então E o Verbo divino encarnou.

R. E habitou entre nós.

 Ave Maria…

V. Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.

R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos: Infundi, Senhor, a vossa graça em nossas almas para que, conhecendo pela anunciação do Anjo a encarnação de vosso Filho bem-amado, cheguemos por sua paixão e cruz, à glória da ressurreição.

Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, como era no princípio, agora e sempre. Amém. (3x)

Oração à Nossa Senhora da Anunciação

Todas as gerações vos proclamem bem-aventurada, ó Maria! Crestes na mensagem divina e em vós se cumpriram grandes coisas, como vos fora anunciado. Maria, eu vos louvo! Crestes na encarnação o Filho de Deus no vosso seio virginal e vos tornastes Mãe de Deus.

Raiou, então, o dia mais feliz da história da humanidade e Jesus veio habitar entre nós. A fé é dom de Deus e fonte de todo bem, por isso, ó mãe, alcançai-nos a graça de uma fé viva, forte e atuante que nos santifica cada dia mais.
Que possamos comunicar com a vossa vida a mensagem de Jesus que é o Caminho, a Verdade e a Vida da humanidade. Amém.