A FESTA DE CRISTO REI

PARÓQUIA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

ÁGUAS, BELA VISTA, CARIRU, CASTELO, VILA IPANEMA - IPATINGA / MG.

O Padroeiro: Sagrado Coração de Jesus

 

 

 

 

A Festa de Cristo Rei foi instituída pelo Papa Pio XI, em 1925. O objetivo do Pontífice era restabelecer a Soberania de Jesus Cristo, sobre todos os reinados, governos e instituições. Com o avanço do pensamento laicista, o Estado colocava-se neutro nas questões religiosas, sobretudo nos assuntos referentes à moral e à dignidade humana. Com isso os ensinamentos do Sagrado Magistério foram deixados de lado, o povo se afastando dos ensinamentos da Igreja e a religião sendo delegada à esfera privada.

Acaba que, renega-se a lei de Deus e assume-se como juízo universal dos costumes o princípio da maioria, o que pode ser trágico e constitui o Estado como uma divindade.

Vimos isto acontecer em vários momentos da história humana, como quando os cristãos eram perseguidos por não cultuar a pessoa do imperador César.

Deixemos o passado de lado e voltemos à realidade atual que muito tem a nos mostrar da necessidade de restabelecer-se o Reinado de Cristo.

Hoje, a festa de Cristo Rei encerra o Ano Litúrgico representando que Cristo é o fim para o qual se dirigem todas as coisas; Ele é o ponto de chegada. Queremos ressaltar que Cristo é o centro de toda a história humana. Ele é o princípio, o meio e o fim de toda a nossa existência.

Mas o que representa para nós o reinado de Cristo?

Ao contrário das tiranias ditatoriais, que tentam assumir o lugar de Deus e afastar a religião da sociedade, o reinado de Cristo é um reinado de serviço e não subjuga a humanidade, mas quer torná-la livre; sua coroa é de espinhos e seu manto é de “púrpura –gozação” (Marçal, 2014).

A soberania de Cristo não está fundamentada em riquezas, palácios, criadagem e exércitos.Mas, seu reino é o reino da verdade, da justiça, do amor, da paz e da misericórdia.

Jesus é um Rei pobre. Sua carruagem é um jumento emprestado. Sua coroa é de espinhos.

Seu reinado não é deste mundo e seu reino é eterno, indissolúvel e universal.

A solenidade de Cristo Rei vem mostrar que a Realeza de Cristo está acima de todas as realezas. É momento propício para reconhecermos que o poder que espalha enganação, dominação, opressão, desigualdades e opressões está derrotado e reascende a nossa esperança de que as promessas de Deus serão cumpridas até o fim.

A Igreja tem o papel de fazer crescer o Reinado de Cristo na terra e fazer com que Ele reine no coração dos homens, em todos os lugares e na sociedade para alcançarmos um mundo novo onde reine o amor, a verdade e a justiça.

Quanto a nós, fiéis da Igreja, devemos deixar que Jesus Cristo reine em nossas vidas através da leitura e reflexão do Evangelho, da oração pessoal e da participação nos sacramentos, até que conheçamos tanto a Cristo a ponto de imitá-lo, vivendo uma vida de verdadeira caridade e autenticidade cristã.

Por Carla Regina Silva Ferreira

Adaptado de:

https://padrepauloricardo.org/episodios/solenidade-de-cristo-rei-do-universo

http://formacao.cancaonova.com/liturgia/catequese-liturgica/o-que-e-a-solenidade-de-cristo-rei/

http://catedralgo.com.br/index.php/midias/noticias/264-a-festa-de-cristo-rei

VEJA A Programação da Novena e Festa