A QUARESMA: ORIGEM DESDE O SÉCULO IV DC

 

PARÓQUIA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

ÁGUAS, BELA VISTA, CARIRU, CASTELO, VILA IPANEMA - IPATINGA / MG.

O Padroeiro: Sagrado Coração de Jesus

 

 

 

 

Quaresma é um tempo de quarenta dias que antecedem a principal celebração do cristianismo: a Páscoa, a ressurreição de Jesus Cristo

Quarenta é um número simbólico que aparece na história bíblica. Representa períodos de 40 dias ou quarenta anos, que antecedem ou marcaram fatos importantes: 40 dias de dilúvio, quarenta dias de Moisés no Monte Sinai, 40 dias de Jesus no deserto antes de começar o seu ministério, 40 anos de peregrinação do povo de Israel, no deserto.

Na Quarta-feira de cinzas, recebemos na testa as Cinzas no início da Quaresma, para lembrar o fim da própria vida: tudo neste mundo passa especialmente a vaidade, o dinheiro e o poder. Somos pó e ao pó haveremos de retornar um dia.

As cinzas eram utilizadas nas celebrações penitenciais desde o Antigo Testamento, antes de Cristo. As cinzas eram lançadas nas cabeças dos fiéis como sinal de arrependimento: Gênesis 18,27 – Jó 13,12; 30,19; Jeremias 6,26; Lamentações 3,16.

Na Quaresma, quarenta dias, os cristãos dedicam-se à reflexão, à conversão espiritual, às obras de caridade e ao jejum. É um tempo de se recolher em oração e penitência para lembrar os 40 dias passados por Jesus no deserto e os sofrimentos que ele suportou na cruz. É uma oportunidade propícia para a nossa conversão ao Evangelho: Crer em Jesus e segui-lo. Dominar nossos instintos. Dar esmolas. Ajudar aos mais fracos.

A Quarta-feira de Cinzas é o dia em que a Quaresma inicia. O Domingo de Ramos, anterior ao Domingo de Páscoa, encerra o tempo quaresmal.

A cor roxa, simbolizando tristeza e dor, é usada nos paramentos e enfeites das celebrações litúrgicas. A liturgia elimina o luxo, as flores, enfeites, músicas instrumentais. Valoriza mais a reflexão, a meditação e a conversão pessoal e eclesial.

No século III depois de Cristo, os cristãos se preparavam para a festa da Páscoa com três dias de oração, meditação e jejum.

Nos meados do século IV, a Igreja aumentou o tempo de preparação para quarenta dias e foi assim que surgiu a Quaresma.

A Quaresma, no Brasil, é enriquecida com as propostas da Campanha da Fraternidade. Buscando alertar para o cuidado da criação, de modo especial dos biomas brasileiros, a Campanha da Fraternidade 2017 tem início em todo o país no dia 1º de março. Com o tema “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação”, a iniciativa traz uma reflexão sobre o meio ambiente e sugere uma visão global das expressões da vida e dos dons da criação. 

Pe. Geraldo Ildeo Franco – fevereiro 2017