COROINHA: MENINOS E OU MENINAS DO ALTAR

PARÓQUIA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

ÁGUAS, BELA VISTA, CARIRU, CASTELO, VILA IPANEMA - IPATINGA / MG.

O Padroeiro: Sagrado Coração de Jesus

 

 

 

 

 Os coroinhas têm a função de ajudar o celebrante durante as celebrações litúrgicas, especialmente da Eucaristia. Sua tarefa é servir, atender às necessidades do celebrante durante as celebrações, dentro das normas litúrgicas. É um serviço a Jesus e aos fiéis. Qualquer pessoa pode ser coroinha, desde que esteja preparado, saiba o significado das celebrações e se disponha a ajudar. Em geral, porém, os coroinhas têm uma idade entre oito e onze anos.

Costuma-se investir o adolescente na função de Acólito para poder servir em maior plenitude ao que é pedido durante os rituais das celebrações.

O QUE O COROINHA DEVE SABER

O coroinha participa da catequese paroquial integralmente. Continuamente frequenta as reuniões de formação bíblica e litúrgica com a ajuda das catequistas. Conhece o significado e sabe manusear:  altar e suas toalhas, vasos sagrados, cálice, âmbula, cibório, patena, teca, ostensório, corporal, manustérgio, sanguíneo, pala, cores e tempos litúrgicos, turíbulo, naveta, missal, lecionário, incenso etc. Além disso, o coroinha está convicto de que no Sacramento da Ceia do Senhor, Jesus nos fala na Palavra e na Eucaristia.

FUNÇÃO dos COROINHAS

O coroinha e o acólito ajudam a missa e são necessários para um bom desempenho das celebrações.  Sua função é desempenhar um ministério, um serviço fundamental e imprescindível para melhorar e solenizar a liturgia. O celebrante não pode largar o altar para buscar velas, galhetas, livros ou quaisquer objetos a serem utilizados durante as celebrações. Por isso e para isso, os coroinhas são chamados, preparados e catequizados para servirem ao celebrante durante as celebrações.

Os coroinhas são preparados, instruídos, e catequizados na teoria e na prática, para desempenhar corretamente o seu trabalho litúrgico.

Quando chegam à Igreja para as celebrações, o coroinha entra em clima de oração, visita o Santíssimo Sacramento no Sacrário.

Concentrado e em oração, o coroinha se veste com a túnica e com os símbolos litúrgicos adequados ao tempo litúrgicos.

CADA COROINHA TEM SOMENTE UMA FUNÇÃO DURANTE AS CELEBRAÇÕES

Como são vários os coroinhas atuando nas celebrações, antes de começar o serviço litúrgico, ele é orientado e determinado para exercer exatamente o que lhe é devido: a entrada e procissão solene para o altar; ficar ao lado de quem vai proclamar o Evangelho; ajudar na coleta e receber as ofertas dos fiéis; o procedimento correto durante a consagração do Pão e do Vinho e durante a Sagrada Comunhão; a saída solene do Celebrante com os coroinhas. Cada coroinha, individual ou em dupla deverá exercer um trabalho durante a celebração.

ATITUDES DO COROINHA

Do coroinha exige-se piedade, postura, respeito para com os ministérios, atenção para com o sacerdote, e para com os fiéis da assembleia, reverência para com o templo sagrado.

Lembre-se que o coroinha tenha, não só durante as celebrações, um comportamento educado na família, na sociedade e na escola.

Juntos os coroinhas formam um grupo, no qual poderão encontrar união, compreensão confiança e estima, coisas de que tanto precisam.

CATEQUISTAS

O Pároco deverá, dentro do possível, acompanhar cada um deles em sua realidade pessoal, ajudando-os no que for possível. Normalmente a catequese dos coroinhas, as reuniões de estudo e de exercícios, de treino e de oração são conduzidos por catequistas habilidosas.

Do coroinha se exige responsabilidade, pontualidade, boa vontade, piedade e convicção. O coroinha assume diante de Deus e da Igreja o compromisso de servir com boa vontade, alegre, sem vaidade e disponibilidade. O coroinha deve saber trabalhar em equipe, em grupo e em colaboração com os colegas. É importante que o coroinha dê vez aos colegas, não queira servir em cada missa. Todos tenham a oportunidade de aprender, servir e valorizar os colegas mais novatos.

O COROINHA NA PARÓQUIA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

Ser coroinha é uma graça de Deus, um privilégio, uma bênção divina e uma oportunidade para aprender e a servir.

Nesta Paróquia, os catequizandos da quinta etapa, quando estão se preparando para receber a Eucaristia pela primeira vez, os catequizandos são instruídos, envolvidos e chamados para serem coroinhas para servir durante as celebrações. É um tempo rico de uma catequese mais viva em que o catequizando vai entendendo melhor o valor de Jesus, da Igreja e dos Sacramentos. Sendo coroinhas, eles e elas se acostumam com o desenrolar da Sagrada Liturgia e perdem o medo de agir diante de centenas de fiéis em oração.

Agradecemos a Deus que desperta nos catequizandos o gosto pela Liturgia.

Agradecemos aos pais e familiares por apoiarem seus filhos no sagrado serviço dos coroinhas durante as celebrações litúrgicas.

Agradecemos às catequistas que se dedicam, gastam seu tempo, organizam, dão assistência, catequizam aos nossos coroinhas.

Agradecemos aos catequizandos que se dispõem a serem coroinhas para servir a Jesus no sagrado serviço da Liturgia, especialmente da Santa Eucaristia.

Março 2017

Padre Geraldo ildeo franco