16 DE AGOSTO: ANIVERSÁRIO DE DOM BOSCO

PARÓQUIA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

ÁGUAS, BELA VISTA, CARIRU, CASTELO, VILA IPANEMA - IPATINGA / MG.

O Padroeiro: Sagrado Coração de Jesus

 

 

 

 

João Melchior Bosco (16/08/1815 – 31/01/1888) nasceu em Becchi, Itália.  João Bosco (o Joãozinho), era filho de Francesco Bosco e MargheritaOcchiena. Tinha dois irmãos: Antônio e José. O pai, vitimado de pneumonia, faleceu quando Bosco tinha apenas dois anos. Morava com a avó, com a mãe Margherita e DomenicaBossone. Pertencia a uma família camponesa, do início do século XVIII, do povoado dos Becchi, perto de Castelnuovo d`Asti, no Piemonte, próximo à cidade de Turim na Itália.

João Bosco viveu no meio de sofrimentos por causa de seus irmãos. Antônio se sentiu na obrigação de ser o chefe da família, o que não foi bom para Joãozinho. Viveu no tempo da revolução industrial e de guerras pela unificação da Itália. Por causa das conturbações sociais, havia muitas famílias desestabilizadas e empobrecidas, além do frio, que causou muita carência entre as famílias. Por isso mesmo crianças viviam perdidas nas ruas pedindo esmola ou se prostituindo.

João Bosco estudou desde os nove anos, entrando depois na escola de Castelnuovo D'Asti e, posteriormente ingressou no seminário de Chieri aos vinte anos. Ele narrou que, aos nove anos, teve um sonho que se tornou o seu projeto pedagógico: educar pela presença amorosa no meio dos jovens.

João, aos 16 anos, começou a frequentar a escola formal, ginásio público em Chieri. A sua escola verdadeira, antes do ginásio público, foi sua vida em família, no campo, ao lidar com o gado, plantações de uva, ouvindo com sabedoria a sua mãe, sofrendo pelos conflitos com os irmãos, trabalhando na fazenda dos Moglia. Foi catequizado pelo Pe. Calosso, aprendendo o latim.

Dom Bosco tornou-se um sacerdote católico, anjo protetor das crianças. Foi o criador dos Salesianos. Foi o grande pedagogo e educador da juventude.

Dom Bosco fundou o Oratório de São Francisco em 1841, na cidade de Turim, com a finalidade de abrigar jovens sem família; organizou uma sociedade com a ajuda do ministro Ratazzi com fins educativos, que era ao mesmo tempo, uma sociedade civil e religiosa. Juntou-se à Sociedade de São Francisco e recebeu padres e seminaristas que fizeram os votos de pobreza, castidade e obediência. Incluiu os leigos como os Cooperadores salesianos - o que foi ratificado pelo Papa Pio IX, em 1876.

Dom Bosco foi canonizado em 1934 pelo Papa Pio XI. O Papa João Paulo II o aclamou como o “Pai e Mestre da Juventude”.

O objetivo pedagógico de Dom Bosco era trazer as pessoas para a luz. Tirá-las das situações de comodismo, de perdições, das trevas, de qualquer outro contexto de morte e despertá-las para uma vida digna, de alegria, de sucessos positivos.

O Mito da Caverna, a história do peixinho no aquário que quis conhecer o mar é semelhante ao sonho de Bom Bosco aos Nove Anos: transformar pessoas e alavanca-las para o sucesso e, de forma especial, a partir da ótica cristã.

ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DE DOM BOSCO

- Dom Bosco acreditava na recuperação dos meninos de rua para uma vida saudável.

- Criou o Sistema Preventivo da Educação, ajudando a cada jovem a crescer e a progredir em todos os sentidos da vida.

- Priorizava o contato pessoal com cada jovem, especialmente pelo Sacramento da Confissão.

- Além de ser padre estudioso, ele dominava muitas profissões como tipografia, literatura, mecânica, engenharia, construção civil, arte do teatro.

- Sabia agregar pessoas para fortalecer o seu trabalho pastoral e pedagógico.

- Criou Escolas profissionais.

- Vivia profunda espiritualidade na oração e nas obras.

- Era um líder visionário, animando seus sucessores a dar continuidade e progresso aos seus ideais.

- Profetizou a criação de uma grande civilização, que se concretizou com a criação de Brasília.

- Era inteligente e forte, não caía em armadilhas preparadas pelos inimigos.

- Era líder e sabia lidar com reis, papas e com os mais pobres moradores de rua.

Pe. Geraldo Ildeo Franco – agosto 2017