ROTA 300 SOB AS BÊNÇÃOS DA MÃE APARECIDA

PARÓQUIA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

ÁGUAS, BELA VISTA, CARIRU, CASTELO, VILA IPANEMA - IPATINGA / MG.

O Padroeiro: Sagrado Coração de Jesus

 

 

 

 

Um plano de evangelização a partir dos jovens.

- Há 300 anos alguns pescadores no Rio Paraíba do Sul, Guaratinguetá, São Paulo, tentavam conseguir peixes para o Governador. Ao invés de acharem peixe, eles apanharam uma imagem parecendo ser de uma senhora sem cabeça e posteriormente a sua cabeça, insinuando ser a imagem de algum ser Divino. A partir desse achado, eles começaram a rezar junto daquela Imagem e conseguiram imediatamente muito peixe. Então atribuíram a milagre à intervenção de Nossa Senhora, Mãe de Jesus, que apareceu para eles desse jeito estranho, mas real.

- Levaram a imagem aparecida para suas casas e começaram a fazer orações e novenas, pedindo a ajuda da Virgem para protegê-los de doenças, de fome, de perseguição e da escravidão. Muitos milagres aconteceram para a admiração de todos.

- A devoção e a confiança na ajuda de Maria Aparecida foram crescendo, crescendo até que construíram uma capela que hoje se transformou no Grande Santuário Nacional da Mãe Aparecida.

- O Papa Francisco, juntamente com os bispos do Brasil, aproveitando-se da comemoração dos 300 anos da aparição da Virgem no Rio Paraíba do Sul, lançaram o projeto evangelizador chamado: ROTA 300 SOB AS BÊNÇÃOS da MÃE APARECIDA, com a finalidade de incentivar especialmente os jovens para a evangelização e atingir todos os cantos da sociedade.

- O Papa Francisco tem insistido frequentemente para que os católicos evangelizem sem temor, em três frentes de trabalho pastoral:

- Missão. Diz o Papa: “prefiro uma Igreja acidentada, ferida e enlameada por ter saído pelas estradas a uma Igreja enferma pelo fechamento e a comodidade de se agarrar às próprias seguranças”. Todos devemos evangelizar e anunciar Jesus aos povos, onde quer que estejamos.

- Devemos agir nas famílias desestruturadas, nos que sofrem a exclusão social, nos pobres – Mateus 25, 35-36 - nos usuários de drogas, nos envolvidos na criminalidade, nas periferias abandonadas e esquecidas pelas autoridades e pela Igreja. Devemos ouvir as famílias locais para conhecer melhor sua vivência e seus sofrimentos, compadecendo-se de suas dores e alegrando-nos com suas vitórias.

- Além disso, somos convidados a trabalhar sobre estes temas: ecologia, a mulher negra na sociedade atual e o desenvolvimento de políticas públicas em favor da juventude.

- O Papa Francisco elogia os trabalhos realizados pela ROTA 300, AFIRMANDO: ”Maria é um sinal de esperança que lhes animará com um com um grande impulso missionário. Que ela transforme as ‘redes’ da vida de vocês jovens, redes de amigos, redes sociais, redes materiais e virtuais - realidade que tantas vezes se encontram divididas, em algo mais significativo, que se convertam numa comunidade”!

Diz o Papa: “Formem Comunidades missionárias ‘em saída’! Comunidades que são luz e fermento de uma sociedade mais justa e fraterna”.

- O Papa relembra o caminho de fé dos pescadores, que inspira diversas pessoas e histórias Brasil adentro. A revelação dos milagres de Deus, por intercessão de Maria, deu-se a três pessoas humildes; e mais, deu-se pelas mãos de uma Mulher, Mãe, Negra.

A ROTA 300SOB AS BÊNÇÃOS DA MÃE APAECIDA tem começo e não tem fim. O ardor missionário despertado pelos festejos dos 300 anos da aparição de Maria aos Pescadores deve continuar crescendo e melhorando os métodos de evangelização.

REFLEXÃO

- As pessoas batizadas, desde pequenas, tornam-se missionárias, construtores do Reino de Deus e participantes do sacerdócio de Cristo.

- Posso dizer que eu sou um missionário?

- Como e onde podemos evangelizar?

- Como evangelizar na minha rua?

- A minha família é unida pela religião, pela mesma fé? Jesus não quer divisão: João 17, 22 ss.

- Cite 3 problemas e dificuldades das famílias em criar seus filhos.

- Cite 3 dificuldades dos jovens desempregados.

Pe. Geraldo Ildeo Franco - outubro 2017