03/03 Notícias da Igreja Padre Cicero Alves de França; novo bispo auxiliar para a Arquidiocese de São Paulo
Compartilhar

A Nunciatura Apostólica no Brasil anunciou nesta quinta-feira, 3 de março, a decisão do Papa Francisco em acolher a solicitação do arcebispo de São Paulo, cardeal Odilo Pedro Scherer, de poder contar com a colaboração de um bispo auxiliar, nomeando o padre Cicero Alves de França, para a função.

Atualmente o padre Cicero é reitor do Seminário Bom Pastor da arquidiocese de São Paulo; professor na Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e membro da Comissão arquidiocesana para a tutela dos menores e das pessoas vulneráveis (2020).

Biografia

Padre Cicero Alves de França nasceu em Cajazeiras, no estado da Paraíba, no dia 13 de março de 1975. Ingressou no seminário da arquidiocese de São Paulo em 1996 e em 1997 no Seminário de Filosofia Santo Cura D’Ars da mesma arquidiocese para cursar Filosofia. Concluiu o curso de Filosofia em 1999 pela Faculdade Associadas do Ipiranga (FAI), de São Paulo.

Ingressou no Seminário Bom Pastor da arquidiocese de São Paulo a fim de cursar Teologia na Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção da Arquidiocese de São Paulo, concluindo em 2003. Possui pós-graduação (latu sensu) em Formação Sacerdotal (2008), pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma; Em 2009, concluiu o mestrado em Teologia da Espiritualidade pela Pontifícia Universidade Gregoriana; possui pós-graduação (latu sensu) em Cousenling, pela Faculdade Vicentina (2018) e graduação em História pela Universidade Unicesumar (2020). Atualmente é doutorando em Teologia da Espiritualidade pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.

Exercício Presbiteral – Sua ordenação presbiteral se deu no dia 07 de março de 2004 na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora da Arquidiocese de São Paulo pela imposição de mãos do cardeal Cláudio Hummes.

No início do seu ministério presbiteral foi nomeado vigário da Paróquia São Judas Tadeu na Região Episcopal Brasilândia, da arquidiocese de São Paulo. Em 2005, foi nomeado vice-reitor do Seminário de Filosofia Santo Cura D’Ars pelo Cardeal Cláudio Hummes, sendo concomitantemente vigário das paróquias São João Batista, na Região Episcopal Lapa, Paróquia São Mateus (2006) da mesma região Episcopal; colaborador da Paróquia Nossa Senhora do Brasil.

No ano de 2009, foi nomeado vigário da Paróquia Nossa Senhora dos Remédios, na Região Episcopal Sé; nomeado colaborador da Paróquia Divino Espírito Santo da mesma região Episcopal (2011). Em 2012, foi nomeado reitor do Seminário São José da Associação Aliança de Misericórdia; no ano de 2016, foi nomeado colaborador da Paróquia Assunção de Nossa Senhora na Região Episcopal Sé, da arquidiocese de São Paulo.

Foi membro do Conselho de Presbíteros (2010-2020) e membro do Colégio de Consultores (2016-2021) da arquidiocese de São Paulo. Exerceu a função de professor na Faculdade Dehoniana de Taubaté no curso de pós-graduação (lato sensu) para Formadores de Seminários e Casas de Formação e no curso de pós-graduação (lato sensu) de Direção Espiritual.

Atualmente é reitor do Seminário Bom Pastor da arquidiocese de São Paulo desde 2010; professor na Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2015) e membro da Comissão arquidiocesana para a tutela dos menores e das pessoas vulneráveis contra abusos sexuais (2020).

Saudação da CNBB

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou saudação ao novo membro do episcopado. Confira, abaixo, o texto na íntegra:

Brasília, 3 de março de 2021

Estimado padre Cicero,

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) expressa alegria com sua nomeação como bispo auxiliar da arquidiocese de São Paulo (SP), anunciada pelo papa Francisco na manhã desta quinta-feira.

O caminho de seu ministério sacerdotal coloca em sua biografia sinais de esperança de que seu auxílio ao cardeal Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo, será marcado por grandes frutos para a evangelização.

Manifestamos gratidão pelo seu sim a esta nova missão confiada pela Igreja e desejamos que seu trabalho seja abençoado.

Em Cristo,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte (MG)
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Primeiro Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Arcebispo eleito de Cuiabá (MT)
Segundo Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)
Secretário-geral da CNBB

Fonte: CNBB